Não sei ao certo a inspiração do desfile alta costura de Elie Saab, mas foi no geral bem fantasioso e romântico. Silhuetas fluidas e tecidos esvoaçantes, ombros arredondados, florais abstratos e em tamanho maxi, tudo em uma cartela de cores clarinhas e pastéis como rosinhas, azuis e beges — sem esquecer, é claro, o tom mais querido das últimas temporadas: o nude.

Os detalhes são incríveis. Penas pequeninas, bordados detalhados, tramas que lembravam folhas, rendas inesgotáveis. O penteado, simples que só, foi uma trança de raiz seguindo o contorno lateral do rosto. O make também seguiu a linha natural: batom nude + sombra champagne. Tudo me fez pensar em ninfas, fadas, princesas…

P.S.: Sigo desejando aquele zeros incontáveis na conta bancária, só para arrematar o primeiro vestido da primeira montagem! Hahaha!

Anúncios

Enquanto ainda rolavam as semanas de moda brasileiras, as passarelas de Milão já desfilavam as tendências masculinas. Agora é a vez da alta costura parisiense. Alta costura é alta costura… exclusiva para os dignos de red carpet, sonho para quem não possui incontáveis zeros na conta bancária. Já sabemos o que esperar. Mas não dá pra se conter ao deparar com belezas como essa, da Armani Privé:
 

Giorgio, me presenteia com um desses? Meu aniversário é dia 02 de março, fica a dica. Obrigada!